Enade 2021: inscrições vão até o dia 8 de agosto

Enade 2014

TJRN publica edital com 58 vagas para temporários e remuneração de R$3.219,67

Foto: Divulgação
 
À espera do novo concurso TJ RN para efetivos, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte publicou edital de novo processo seletivo com 58 vagas temporárias. A oferta é para contratação de psicólogos, assistentes sociais e pedagogos.
 
As oportunidades estão distribuídas entre as comarcas de Natal, Parnamirim, Mossoró, Caicó, Pau dos Ferros, Macau, Nova Cruz e João Câmara. Os aprovados serão contratados por até um ano, admitida uma prorrogação de máximo mais um ano. EDITAL AQUI.
 
Do total de chances disponíveis, 29 são para psicólogos, 25 para assistentes sociais e quatro para pedagogos. Além do diploma de nível superior em cada área, é exigida a comprovação de experiência profissional de um ano relacionada a análise de processos judiciais.
 
A remuneração dos contratados será de R$3.219,67, para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais. Há reserva de vagas para pessoas com deficiência e negros.
 
A realização do processo seletivo para temporários busca atender a necessidade de excepcional interesse público, na ausência de concursos. A medida observa a não disponibilidade, no Quadro de Pessoal do Poder Judiciário, de profissionais qualificados para a prestação desses serviços.
 
“O que leva a Administração da Justiça estadual a adotar todas as providências necessárias ao atendimento dessa demanda, considerando sua indispensabilidade para a adequada prestação jurisdicional em processos de competência da infância e juventude, violência doméstica, família, criminal, em situações que envolvam idosos, incapazes, pessoas com deficiência e crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade”, justifica o tribunal.
 
Seleção TJ RN terá inscrições abertas até 6 de agosto
As inscrições estão abertas a partir desta segunda-feira, 19. O procedimento poderá ser realizado até 6 de agosto, de forma gratuita, pelo site do TJ RN .
 
Os candidatos deverão ter uma conta particular do Gmail (que pode ser criada gratuitamente, caso não a possua). De acordo com o edital, o interessado poderá se inscrever para vagas disponíveis em até duas localidades distintas.
 
A seleção será feita mediante avaliação de títulos e da experiência profissional – para esta última, serão consideradas atividades a partir do ano de 2006. O envio de documentos relativos a essa etapa é obrigatório.
 
Os concorrentes serão pontuados por conclusão de curso de pós-graduação, em nível de especialização, mestrado ou doutorado. Além de cursos de extensão, publicações de artigos, trabalhos científicos e experiência profissional.
 
O resultado definitivo do processo seletivo está previsto para sair no dia 31 de agosto. O prazo de validade será de um ano, com possibilidade de prorrogação por igual período. Durante esse período, o tribunal poderá convocar os aprovados para suprir a necessidade de profissionais.
 
Em 2020, o TJ do Rio Grande do Norte também publicou um edital com 33 vagas temporárias para técnico de suporte sênior, além das áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação. Desde então, o tribunal não realiza concurso para efetivos.
 
Concurso TJ RN de efetivos está parado diante da pandemia
A realização de um novo concurso TJ RN para efetivos está prevista no Orçamento de 2021. Porém, a contenção de gastos diante da pandemia do Coronavírus pode adiar a publicação do edital.
 
Os estudos para o concurso estão suspensos, conforme informou o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte à Folha Dirigida, no dia 13 de julho.
 
“Com a ocorrência da pandemia, esses estudos foram paralisados e não foram retomados até o presente momento”, disse o TJ RN.
 
A seleção foi anunciada em abril de 2020 pelo ex-presidente do TJ RN, o desembargador João Rebouças. Na época, cerca de 80% dos estudos já tinham sido concluídos, segundo o magistrado.
 
O concurso deverá contar com vagas para a área Administrativa, já que a carreira de auxiliar técnico judiciário, de nível médio, é esperada. Segundo o órgão, atualmente há 1.045 cargos vagos de um total de 2.829 cargos previstos em lei.
 
Com a possibilidade do novo concurso para efetivos no TJ RN, os interessados devem intensificar os estudos. Isso porque a orientação dos especialistas é não esperar o edital ser publicado para começar a preparação.
 
Folha Dirigida

Estrutura metálica de galpão desaba e uma pessoa morre em São Gonçalo do Amarante

Bombeiros e socorristas do Samu resgatam feridos em desabamento na Grande Natal — Foto: CBM/Cedida
 Foto: CBM/Cedida
 
Pelo menos uma pessoa morreu e outras nove ficaram feridas, sendo duas em estado grave, após o teto de um galpão desabar nesta quarta-feira (21), na Grande Natal, segundo o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e o Corpo de Bombeiros.
 
A estrutura metálica do telhado de uma fábrica de móveis que estava em construção desmoronou no início da tarde e atingiu os trabalhadores.
 
O caso aconteceu na Rua Ex-combatente Miguel Lúcio do Nascimento, localizada na comunidade de Uruaçu, em São Gonçalo do Amarante .
 
Ainda segundo o Corpo de Bombeiros, três equipes estão no local para tentar encontrar e identificar outras vítimas. Ainda não se sabe quantas pessoas estavam no local na hora do incidente.
 
A corporação também afirmou que ainda não sabe o que teria causado o desabamento da estrutura.
 
Sete ambulâncias do Samu foram enviadas ao local para socorrer os feridos. Outros dois foram conduzidos por meios próprios.
 
A maioria dos feridos foi levado para o Pronto-socorro Clóvis Sarinho. Um deles, com lesão no tórax, foi conduzido ao Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal.
 
Dois desses nove feridos estão em estado grave. "A gente costuma seguir sempre um protocolo em acidentes com múltiplas vítimas, dando prioridade aos que estão mais graves", explicou o médico Ícaro Paulo, do Samu, que trabalhou na operação.
 
"Pelo menos sete vítimas inspiram maiores cuidados. Duas em estado bem grave. Como se trata de um desabamento, basicamente os ferimentos mais importante foram na região da cabeça e do tórax, lesões que causam maior preocupação", concluiu.
 
Por G1RN

Prazo para contestar auxílio emergencial negado termina no dia 24

Caixa começa a pagar hoje segunda parcela do auxílio emergencial
Foto: Marcello Casal jr/ Agência Brasil

Termina no próximo sábado (24), às 23h59, o prazo para a contestar os pedidos de Auxílio Emergencial 2021. A data limite se aplica aos trabalhadores que se inscreveram pelos meios digitais e que tiveram a solicitação negada na revisão mensal de julho.

Mensalmente, governo analisa os CPFs dos beneficiários para conferir se eles ainda se enquadram nos critérios para receber o auxílio.

De acordo com a pasta, a contestação vai permitir uma nova análise com bases mais atualizadas dos dados da pessoa. O requerimento com o pedido de revisão deve ser feito pelo site do Ministério da Cidadania.

“Após ingressar com os dados de identificação e clicar na aba correspondente ao auxílio emergencial 2021, a pessoa deve clicar no botão: ‘contestar’. A partir daí, precisa aguardar até que seja realizada uma nova análise da situação do seu benefício”, informou a pasta.

Após a contestação, o pedido será reanalisado pela Dataprev. A partir daí, é preciso aguardar até que a nova análise da situação do benefício seja concluída.

Se a razão que motivou o cancelamento permitir contestação, o trabalhador poderá voltar a receber o benefício.

O ministério disse que caso não ocorra a aprovação por algum motivo de indeferimento definitivo, não será possível apresentar contestação, pois a situação que motivou o indeferimento não vai se alterar.

Pessoas que já tenham ficado inelegíveis para receber o auxílio antes e já tenham realizado a contestação, não poderão submeter nova contestação.

Já os bloqueios feitos a pedido dos órgãos de controle não podem ser contestados ainda, pois estão sob análise do Ministério da Cidadania e da Dataprev. Esse tipo e bloqueio é feito de forma preventiva.

“Posteriormente, é definido pela liberação ou cancelamento do benefício em definitivo. Não há prazo definido para divulgação do resultado”, disse o ministério.

Por Agência Brasil

Ministério distribui mais de 160 milhões de vacinas contra covid-19

Vacinação contra a covid-19
Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
 
O Ministério da Saúde (MS) ultrapassou a marca de mais de 160 milhões de vacinas contra a covid-19 distribuídas para os estados e Distrito Federal. Desse total, 125,3 milhões de doses já foram aplicadas. São 90,6 milhões de pessoas com a primeira dose, isto é, 56,6% do público-alvo de 160 milhões de brasileiros com mais de 18 anos. Além disso, 34,7 milhões com a segunda dose ou com dose única aplicadas e com a imunização completa, segundo o ministério.
 
Do total de doses enviadas para as unidades da federação, 81,5 milhões são da AstraZeneca/Oxford, 60 milhões são da CoronaVac/Sinovac, 17,8 milhões da Pfizer/BioNTech e 4,7 milhões da Janssen, imunizante de dose única.
 
De acordo com ministério, o Governo Federal já contratou mais de 630 milhões de doses de vacinas covid-19, por meio de acordos com diferentes laboratórios, a serem entregues até o fim do ano. Esse quantitativo é suficiente para imunizar toda a população alvo do país, ou seja, pessoas com 18 anos ou mais, com ou sem comorbidades.
 
Segunda dose
Em nota, o Ministério da Saúde reforça que para imunização completa, é necessário que as pessoas tomem as duas doses. "A medida reforça o sistema imunológico e reduz as chances de infecção grave, gravíssima e, principalmente, óbitos em decorrência da covid-19". No início de julho, lembra o ministério, foi lançada a campanha com a família do Zé Gotinha sobre a importância de todos completarem o esquema vacinal.
 
Por Agência Brasil

Oi! Clique em um dos nossos canais abaixo para falar pelo nosso WhatsApp ou envie-nos um e-mail para [email protected]

Fale conosco pelo WhatsApp
Close and go back to page