Audiência Pública evidencia que abastecimento de água em toda região do Trairi está com dificuldades

 Tomba fala no plenrio 13.11

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte promoveu na tarde de ontem (03) uma audiência pública para discutir o abastecimento de água na região Trairi.

De proposição do deputado Tomba Farias, a audiência reuniu prefeitos de vários municípios da região, além de técnicos da CAERN e do SAAE de Santa Cruz para discutir a problemática.

Nos discursos dos gestores, o problema acentuado de água em quase todos os municípios, especialmente aqueles que estão em pontas de rede como Santa Cruz, Campo Redondo, Jaçanã entre outros.

A audiência também comprovou a dificuldade de abastecer as cidades neste período do ano, pois com calor excessivo o consumo aumenta bastante e a quantidade de água enviada é a mesma, dificultando o abastecimento das cidades.

Responsável pela Adutora Monsenhor Expedito, que abastece 30 cidades das regiões Trairi, Potengi e Agreste, a CAERN esteve no encontro com seu corpo técnico para enfatizar que a adutora já trabalha em sua capacidade máxima e que tem dificuldades de contornar os problemas.

No caso de Santa Cruz, a CAERN reafirmou que a água destinada ao município é suficiente para abastecer a cidade e que é preciso tomar medidas para minimizar os problemas.

O diretor de operações da CAERN, Thiago Índio do Brasil, afirma que a adutora não tem como enviar mais água para os municípios.

No caso de Santa Cruz, o impasse continua, pois a CAERN informa que envia água suficiente e o SAAE cobra um terço a mais na quantidade de água para abastecer toda a cidade.

Como encaminhamento da audiência, CAERN e SAAE se dispuseram em se reunir para verificar possíveis avanços, que possam existir no sistema de abastecimento de Santa Cruz, além de continuarem estudos que possam amenizar o problema no abastecimento de água.