Vacinação contra a Covid: quase 46% da população tomou a dose de reforço; mais de 98,7 milhões de pessoas

Os dados do consórcio de veículos de imprensa dessa terça-feira (21) mostram que 167.089.895 brasileiros estão totalmente imunizados ao tomar a segunda dose ou a dose única de vacinas. Este número representa 77,78% da população total do país. A dose de reforço foi aplicada em 98.760.974 pessoas, o que corresponde a 45,97% da população.

A população com 5 anos de idade ou mais (ou seja, a população vacinável) que está parcialmente imunizada é de 89,39% e a população com 5 anos ou mais que está totalmente imunizada é de 83,48%. A dose de reforço foi aplicada em 54,97% da população com 12 anos de idade ou mais, faixa de idade que atualmente pode receber o reforço da vacinação.

No total, 12.805.744 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa quase 62,47% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose. Ainda nesta faixa, 7.588.856 estão totalmente imunizadas ao tomar a segunda dose de vacinas, o que corresponde a 37,02% da população deste grupo.

Brasil, 21 de junho

Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (que receberam duas doses ou dose única): 167.089.895 (77,78% da população total e 83,48% da população vacinável*)

Total de pessoas que receberam a dose de reforço: 98.760.974 (45,98% da população total e 54,98% da população vacinável**)

Total de pessoas que estão parcialmente imunizadas (que receberam apenas uma das doses necessárias): 178.911.944 (83,28% da população total e 89,39% da população vacinável*)

*população com 5 anos de idade ou mais

**população com 12 anos de idade ou mais

Total de crianças de 5 a 11 anos que tomaram a primeira dose: 12.805.744 (62,47% da população entre cinco e 11 anos)

Total de crianças de 5 a 11 anos que estão totalmente imunizadas: 7.588.856 (37,02% da população entre cinco e 11 anos)

21 estados e o DF divulgaram dados novos: GO, SE, BA, PA, RO, PE, PI, MS, AL, AP, MA, MT, DF, PR, AM, ES, CE, RN, RJ, TO, RS, AC

5 estados não divulgaram dados novos: SP, MG, PB, RR, SC

Os estados de SP, RJ, MA, TO e AP não separam os números de terceira e quarta dose. Por esse motivo, os percentuais de reforço podem estar inflados.

O levantamento é resultado de uma parceria do consórcio de veículos de imprensa, formado por g1, "O Globo", "Extra", "O Estado de S.Paulo", "Folha de S.Paulo" e UOL. Os dados de vacinação passaram a ser acompanhados a partir de 21 de janeiro.

Por g1