Teich defende mudança no atendimento aos doentes de Covid-19

O ministro da Saúde, Nelson Teich, defendeu, nessa segunda-feira (11), uma mudança no atendimento dos doentes de Covid-19. Até agora, a prioridade no sistema de saúde era o paciente grave. Teich disse que se o tratamento começar antes, é possível salvar mais vidas e ainda reduzir a ocupação de UTIs.

“Uma coisa que me parece clara atualmente é que não dá para gente focar só no doente mais grave. É que isso é uma coisa tão crítica. Hoje nosso maior gargalo é respirador, isso faz com que a gente concentre praticamente tudo no foco na UTI, no foco no médico intensivista, mas o que tem acontecido de novo, mas talvez até mais novo, mais importante que os medicamentos, é a forma da gente abordar. Então uma revisão de como está sendo feita a abordagem do diagnóstico do começo do tratamento. É possível que a gente trabalhando abordando a doença no momento mais precoce, que a gente reduza a evolução para fase mais crítica, Com isso a gente não só salva mais gente, mas também a gente consegue diminuir a necessidade de UTIs, ventilação mecânica, o que seria um grande alívio para o sistema”, afirmou Teich.

O Globo