Secretaria de Saúde autoriza retomada de cirurgias eletivas nos hospitais públicos do RN

Foto: Divulgação/Ministério da Saúde

Uma portaria publicada no Diário Oficial autorizou os hospitais públicos estaduais a reiniciarem o agendamento e a realização das cirurgias eletivas no Rio Grande do Norte. As cirurgias eletivas estão suspensas no estado desde março por causa da pandemia do coronavírus.

Normalmente em um mês são feitas em média 3 mil cirurgias eletivas na rede estadual. Este ano, de janeiro a junho foram 14.316 cirurgias eletivas, segundo a Secretaria de Saúde Pública (Sesap). Desde março só são realizadas cirurgias vasculares e ortopédicas.

De acordo com a portaria, as unidades hospitalares deverão estabelecer medidas de gestão que possibilitem a organização de fluxos e processos internos que possam garantir a segurança para a realização das cirurgias eletivas.

Por causa da pandemia, se algum paciente apresentar febre ou sintomas respiratórios ao se internar para a cirurgia eletiva, o procedimento deverá ser suspenso e o hospital realizará um novo agendamento.

Além disso, os hospitais deverão manter inalterados o atendimento e internações dos pacientes suspeitos ou confirmados da Covid-19, respeitando o número de leitos hospitalares atualmente destinados ao enfrentamento da pandemia.

A portaria prevê ainda que a realização de cirurgia eletivas pode ser suspensa novamente caso o cenário da pandemia se torne desfavorável. "Caberá à Secretaria de Estado da Saúde o monitoramento epidemiológico e a determinação quanto a interrupção dos serviços, se necessário".

“É importante reforçar que o processo de retomada está sendo realizado com o cuidado e atenção devida ao comportamento da pandemia no RN. Assim, com a redução do número de casos de coronavírus e a necessidade da rede de assistência em saúde em dar continuidade às cirurgias e procedimentos eletivos para a população, retomaremos a partir deste mês de setembro as cirurgias”, explica o secretário de saúde do Estado, Cipriano Maia.