Santa Cruz não consegue atingir meta de vacinação contra a gripe

Santa Cruz não conseguiu atingir a meta de vacinar de pelo menos 80% do público alvo na campanha de vacinação contra a gripe. A campanha foi encerrada na última sexta-feira com baixa procura em todo o país.

Até o momento, foram vacinadas 3.687 pessoas, o que corresponde 63,16% do público alvo, que é de 5.838 pessoas. O único grupo que conseguiu atingir a meta foi o de Trabalhadores em Saúde, vacinando 120% da meta. Além disso, as crianças entre 6 meses e 2 anos foram vacinadas 77%, se aproximando da meta, e as gestantes, como o número é uma estimativa para o ano todo, continuarão recebendo a vacina a medida que forem procurando as Unidades Básicas de Saúde.

De acordo com a secretária municipal de saúde, Guacira Miranda é preciso ser feito um trabalho específico com os idosos para serem vacinados.

Ao todo, são quase 4 mil idosos para serem vacinados, mas apenas 2.419 pessoas acima de 60 anos procuraram o serviço de saúde para tomar a vacina, representando 58% da meta.

A causa para Santa Cruz não ter atingido a meta da vacinação foi a não procura por parte dos idosos. “Nós estamos satisfeitas com a campanha, mas é preciso fazer um estudo e um trabalho nacional para incentivar os idosos e quebrar a barreira que se tem em vacinar contra a gripe”, afirmou Guacira Miranda.

Mesmo com a campanha encerrada, os municípios ainda podem atualizar os dados. Com isso, as pessoas que estão nos grupos prioritários ainda podem procurar uma Unidade Básica de Saúde para receber a vacina.

Com a baixa adesão de alguns grupos prioritários, há um aumento na chance de se ter uma epidemia da doença, especialmente nos idosos, acarretando problemas sérios de saúde com os agravamentos de uma simples gripe, daí a importância de se tomar a vacina.