Profissionais da saúde representam 22% dos casos de Covid-19 no RN

REUTERS / Amanda Perobelli

O Rio Grande do Norte registrou até o dia 25 de maio, data do último levantamento feito para Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), um total de 1.092 profissionais de saúde que foram infectados pelo coronavírus. Isso representa 22% de todos os casos confirmados da Covid-19 no Estado até aquela data (4.774).

De acordo com os dados da Sesap, 606 profissionais da saúde com Covid-19 exercem atividades laborais. Deste total, 247 em instituições públicas e outros 141 em instituições de serviço privado. Outros 218 profissionais da saúde trabalham em instituições públicas e privadas. A pasta não informou se os profissionais seguem afastados dos postos de trabalho.

Desses casos, ainda segundo a Sesap, 83 profissionais da saúde alegam ter tido contato fora do ambiente de trabalho com caso suspeito ou confirmado do novo coronavírus. Outros 21 alegam histórico de viagem no mês de fevereiro ou março. Entre as categorias afetadas, a maior incidência reside entre os técnicos ou auxiliares de enfermagem, com 375 casos. Em segundo lugar estão os médicos, com 119 casos. Por fim, os enfermeiros contabilizam 118 casos.

A Sesap informou, ainda, que não conseguiu apurar informações sobre o caso de outros 422 profissionais. Há também 11 que já estão aposentados, outros 15 que não exercem a profissão, sete realizam residência em outro estado e 31 já estavam afastados das atividades laborais antes do adoecimento por motivos outros.

Sobre as mortes, a Sesap registra a ocorrência de 12 óbitos de profissionais de saúde. O último registro oficial foi a morte do médico João Batista Medeiros Costa, de 65 anos, no último domingo (24). Ele era servidor da rede estadual de saúde.

AgoraRN