Ocupação de leitos críticos Covid na região metropolitana segue acima de 80%

Os índices de ocupação de leitos críticos no RN seguem inspirando cuidados das autoridades públicas do Estado, principalmente na região metropolitana. Segundo dados retirados da plataforma Regula RN na manhã desta quinta-feira (18), o percentual ocupacional da região está em 84,1%, mais uma vez acima do percentual de 80% considerado 'seguro' pela Sesap para autorização da retomada econômica, em meados do ano passado.

Em seguida, vem o Seridó com 77,1% e o Oeste, com 66,7% de ocupação dos leitos intensivos e semi-intensivos. No RN, a ocupação está em 74,21%, com 187 pacientes internados e apenas 55 leitos disponíveis. São 29 pacientes aguardando por um leito crítico no estado, todos da região metropolitana. A situação pode ser atenuada com a abertura de novos leitos críticos na região, estudada pela Sesap desde o início da semana.

 Estão sendo ponderadas expansões de leitos no Hospital Giselda Trigueiro e Hospital Municipal de Campanha, ambos em Natal. São sete os hospitais com 100% de ocupação: Hospital de Campanha e Hospital Giselda Trigueiro (Natal); Hospital Manoel Lucas de Miranda (Guamaré); Hospital Maternidade Divino Amor (Parnamirim); Hospital Municipal Aloísio Bezerra (Santa Cruz); Hospital Municipal Lindolfo Gomes Vidal (Santo Antônio); Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos (Assu).