Campanha de vacinação da influenza atinge apenas 20% de público-alvo no RN

Foto: Andrea Rego Barros/Prefeitura do Recife

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informou nesta terça-feira (8) que apenas 20% das pessoas do público-alvo da campanha receberam a vacina contra a influenza no Rio Grande do Norte. A vacinação, que foi iniciada no dia 12 de abril, está em sua terceira fase de execução e segue até 9 de julho.

A meta é vacinar mais de 1,3 milhão de potiguares, entre crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas, povos indígenas e trabalhadores da saúde, idosos com 60 anos e mais e professores. Também pertencem ao público-alvo pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário passageiros urbano e de longo curso, trabalhadores portuários, forças de segurança e salvamento, forças armadas, funcionários do sistema de privação e liberdade e população privada de liberdade e adolescentes e jovens em medidas socioeducativas.

A baixa procura é motivo de preocupação para a Sesap, que faz o alerta para que as pessoas dos grupos prioritários possam buscar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu município para receber o imunizante contra a gripe.

"Toda a população que não se vacinou na primeira e na segunda fase pode procurar as unidades básicas de saúde para receber a dose", destaca a enfermeira Katiucia Roseli, que está coordenando a campanha. "Pedimos para que a população se conscientize de que a influenza também gera internação, também causa o óbito e somente a vacina proporciona a segurança necessária", completou.

A Sesap reforça ainda que as pessoas contempladas nos grupos prioritários para a vacinação contra influenza e que ainda não foram vacinadas contra a Covid-19, ao buscarem uma UBS, deverão, preferencialmente, tomar a vacina contra a Covid e agendar a administração da vacina contra a influenza, respeitando um intervalo mínimo de 14 dias entre as vacinas.

Por G1 RN