Encontro discute implantação de programa que vai incentivar a avicultura caipira em Santa Cruz

O Conselho Gestor do Comitê Territorial da Avicultura Caipira do Território de atuação do Banco do Nordeste, agência Santa Cruz, se reuniu nessa quinta-feira (09) pela manhã no escritório da Emater para definições de alguns pontos para a implantação do projeto no município.

As metas para que o programa possa funcionar, consiste em organizar, através de associações e planejar as ações para dar início ao projeto que já em fase bem avançada.

O programa de territórios de atuação do Banco do Nordeste definiu que em cada região, uma atividade produtiva como forma de apoiar o produtor e possibilitar o aumento de renda da agricultura familiar.

Em Santa Cruz, o território definiu que a produção da avicultura caipira seria a prioridade para o programa.

Segundo o agente de desenvolvimento do Banco do Nordeste a atividade de produção de avicultura caipira, entra de início como um complemento de renda para a agricultura familiar mas, com o tempo, essa atividade passa de secundária para predominante com geração de emprego e renda direta e indiretamente.

Um dos principais pontos do projeto, é conseguir um local para abater os animais de forma a cumprir todas as exigências do programa e um terreno para a construção do abatedouro já está sendo negociado. O que para José Carlos, é importante avanço para a concretização do programa na região.

Como acontece com o programa de aviários, a avicultura caipira também tem mercado para compra da produção mas, muitos agricultores não conseguem vender por falta de uma estrutura, seja ela física ou de exigências documentais o que será sanado com a implantação desse projeto na região Trairi.