Encontro discute formas de enfrentar violência contra crianças e adolescentes em Santa Cruz

A Prefeitura de Santa Cruz realizou ontem (02) o primeiro Encontro Municipal de Enfrentamento a Violência contra Crianças e Adolescentes.

O evento, que aconteceu no auditório da FACISA, reuniu profissionais das secretarias municipais de Saúde, Educação e Assistência Social, além de outros órgãos importantes como Ministério Público, Polícia Militar e Hospital Universitário Ana Bezerra.

Todos esses órgãos formam uma rede assistencial que busca assegurar os direitos desse público, especialmente quando são violados, para que haja um acompanhamento e que possíveis traumas sejam superados.

A principal porta de entrada quando uma criança sofre algum tipo de violência é a saúde, seja nos serviços de urgência, ou na atenção básica.

A partir daí, a criança ou adolescente que teve o direito violado começa a entrar na rede e utilizar diversos outros serviços que irão garantir que sua vida seja com menos transtornos.

Um dos órgãos mais importantes neste processo é o Ministério Público, que vai acompanhar os casos e dá os encaminhamentos necessários para que aconteçam punições nas esferas cívil e criminal de Justiça.

Com o encontro, a articulação em rede deve acontecer com maior diálogo, de acordo com a Prefeitura de Santa Cruz, a fim de minimizar os problemas no atendimento ao público existente.