4ª Companhia Independente de Polícia Militar foi uma conquista para a região Trairí

.

{besps}2011/trans_capitaes{/besps}

Após quatro anos e 10 meses, o Capitão Luiz Carlos da 4ª Companhia Independente de Polícia Militar (CPMI) de Santa Cruz, foi transferido para o 5º Distrito de Polícia Rodoviária Estadual com sede em Nova Cruz. Quem assumiu a 4ª CPMI foi o Capitão Nunes, que atuava em Natal. A cerimônia de transmissão de cargo aconteceu na segunda-feira (28).

No período em que esteve em Santa Cruz a maior conquista apontada pelo Capitão Luiz Carlos, foi a independência da companhia, que antes era subordinada ao 8º Batalhão de Polícia Militar em Nova Cruz e atualmente é ligada ao Comando de Policiamento do Interior. A criação do comando foi uma das medidas tomadas pelo ex-governador Iberê Ferreira de Souza, como forma de melhorar a segurança no estado.

“A gente sai de cabeça erguida, feliz pelo tempo que passou aqui, certo de que cumpriu a missão. Muitas metas que a gente projetou, objetivos que tínhamos foram alcançados e uma delas foi a independência da companhia. Essa foi uma luta que encampamos com o engajamento dos prefeitos da região e com o apoio da então governadora Wilma de Farias, e agora em 2010 com o governador Iberê Ferreira de Souza, conseguimos concretizar o sonho e efetivar a 4ª Companhia de Policia Militar, que melhorou bastante o policiamento da região”, destacou Luiz Carlos.

A independência resultou também no aumento no efetivo da companhia e na expansão da área de cobertura. Quando assumiu na época, a ainda 3ª Companhia contava com 125 policias. Esse número passou para 225 e poderá chegar a 570. Também foi criado o Grupo de Policiamento de Trânsito, que tinha apenas três e passou para 14 policiais, além da estruturação da sede da companhia.

No comando do capitão Luiz Carlos, a companhia também realizou uma série de cursos de capacitação, tanto para os policiais quanto para a população e no fim do ano passado houve a formação de 53 novos policiais, dos quais 50% já estão trabalhando em Santa Cruz e os outros 50% em municípios da região.