Polícia prende 9 suspeitos de ataques a banco e lotérica durante invasão a cidade do RN

caixasaotome
Foto: Redes sociais
 
A Polícia Civil prendeu na manhã desta quinta-feira (1º), no município de São Tomé, na região do Potengi do Rio Grande do Norte, nove suspeitos de um ataque ao município, que culminou com explosão de uma agência bancária e o assalto a uma lotérica.
 
O crime aconteceu no dia 30 de março deste ano. O bando usou armas de grosso calibre e aterrorizou moradores atirando pelas ruas da cidade. Eles chegaram a cercar o pelotão local da Polícia Militar, para coibir a reação policial e e colocaram grampos na estrada para impedir a entrada de outros veículos.
 
Segundo a Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), o grupo criminoso já estava sendo investigado há algum tempo por esse assalto. Na ocasião, eles conseguiram levar R$ 15 mil da lotérica.
 
A Polícia Civil acredita que o bando está associado a pelo menos mais outros cinco crimes, todos ligados a lotéricas.
 
A investigação da Deicor indica que o grupo é formado por pelo menos 12 criminosos. Assim, a polícia mantém as diligências para prender mais três suspeitos que seguem foragidos.
 
O crime
 
Os bandidos invadiram São Tomé em 30 de março, atirando para cima na rua, explodindo um banco e assaltando uma lotérica. Eles cercaram o pelotão da Polícia Militar e usaram grampos para fechar a estrada de acesso à cidade.
 
Após a ação, os criminosos fugiram. Na saída da cidade, eles ainda deixaram um veículo queimando na pista, segundo a PM, também para impedir o acesso de apoio de outras cidades.
 
Cinco viaturas de outras unidades da PM que foram prestar apoio tiveram os pneus furados por causa dos grampos deixados.
 
Por G1RN