Homem é preso ao tentar fraudar concurso da Polícia Civil do RN

Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN, Ilustrativa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
 
A Polícia Civil do Rio Grande do Norte confirmou a prisão de um homem de 41 anos que tentou fraudar o concurso da corporação, que foi realizado no domingo (11). Até o momento, a Polícia não deu detalhes sobre como teria ocorrido a tentativa de golpe do candidato, que é oriundo de Alagoas.
 
Segundo a Polícia Civil, durante a aplicação da prova para os cargos de agente e escrivão, "a instituição se fez presente de forma maciça em todos os locais de prova, buscando garantir a lisura do certame e a prevenção à fraude". Porém, apesar da presença dos policiais, um candidato foi flagrado tentando burlar o certame e foi preso em flagrante no local de provado.
 
Conduzido à delegacia de Plantão da Zona Sul de Natal, o homem, que não teve a identidade revelada, vai responder pelo crime previsto no artigo 311-A, do Código Penal, que trata sobre "utilizar ou divulgar, indevidamente, com o fim de beneficiar a si ou a outrem, ou de comprometer a credibilidade do certame, conteúdo sigiloso", na modalidade tentada. A pena pode ser de até quatro anos de prisão.
 
"O inquérito policial foi instaurado e as investigações estão tramitando no Departamento de Combate à Corrupção (DECCOR). A PCRN informa que o certame segue o curso normalmente e reforça seu compromisso com a transparência perante a sociedade, em especial os candidatos, destacando que, caso sejam verificadas quaisquer outras práticas ilícitas, as medidas administrativas e criminais necessárias serão adotadas, com a responsabilização do(s) autor(es)", disse a Polícia Civil, através de nota.
 
Através da assessoria de comunicação, com o transcorrer das investigações será possível detalhar a tentativa de fraude.
 
Concurso
De acordo com o edital, o concurso prevê 230 vagas para agente de polícia e 24 para escrivão, com salários de R$ 4.731,91, além de 47 vagas para delegado, com salário inicial previsto de R$ 16.670,59.
 
A expectativa, no entanto, é que o concurso convoque o triplo de pessoas previstas nas vagas. 
 
Por Tribuna do Norte