Taxa de transmissão da Covid-19 no Brasil volta a cair ao menor patamar desde abril, aponta Imperial College

Foto: Reprodução/Visual Science

A taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil atingiu o menor valor desde o início do acompanhamento do Imperial College London, em abril, segundo relatório da instituição divulgado nessa terça-feira (15). O estudo mostra que o índice está em 0,9 — ou seja, cada grupo de 100 pacientes com o vírus infecta outras 90 pessoas, o que indica um freio nos contágios da Covid-19.

O número, também chamado de ritmo de contágio (Rt), reforça a tendência de estabilização da pandemia.

Segundo o relatório, os dados levam em conta a mediana das estimativas de mortes na comparação das duas semanas. Pelas estatísticas, essa taxa pode ser maior (até Rt = 1,21) ou menor (até Rt = 0,86). A instituição também informa que as autoridades brasileiras têm revisado os números, e pede que os índices do Brasil sejam lidos com cautela.

Há quase um mês, em 16 de agosto, a taxa de transmissão do novo coronavírus no país caiu pela primeira vez para valores abaixo de Rt = 1. Nas semanas seguintes, o Imperial College registrou pequenas oscilações para mais ou para menos.

Taxa monitorada desde abril no Brasil

Data

Rt

12/abr

1,57

19/abr

1,81

26/abr

2,81

03/mai

1,49

10/mai

2

17/mai

1,30

24/mai

1,31

31/mai

1,13

07/jun

1,08

14/jun

1,05

21/jun

1,06

28/jun

1,03

12/jul

1,03

19/jul

1,01

26/jul

1,08

02/ago

1,08

09/ago

1,01

16/ago

0,98

23/ago

1

30/ago

0,94

6/set

1

13/set

0,9

Fonte: Taxa monitorada desde abril no Brasil

Por G1