Seap solicita contratação de 26 policiais penais com 'urgência' no RN para suprir afastamentos pelo coronavírus

Foto: Thyago Macedo/G1

O secretário Pedro Florêncio Filho, da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), enviou um ofício ao Gabinete Civil e à Secretaria de Estado da Administração (Sead) para solicitar a nomeação de 26 policiais penais que são remanescentes do último curso de formação.

De acordo com o documento, essas contratações devem ocorrer "em caráter de urgência", porque há uma "crescente propagação do vírus (coronavírus) no âmbito do sistema penitenciário do RN, com o afastamento diário de servidores do serviço". Segundo a pasta, 129 foram afastados do serviço entre casos suspeitos e confirmados do coronavírus.

O texto destaca que essas contratações são necessárias "sob pena de interrupção de serviços essenciais para a manutenção e funcionamento do sistema de segurança pública do RN".

De acordo com a Seap, atualmente, 28 policiais penais são casos confirmados do coronavírus. Segundo o Sindicato dos Policiais Penais do RN, pelo menos 25 policiais penais apenas da Penitenciária de Alcaçuz estão com Covid-19.

No documento, o secretário destacou ainda que há 42 cargos vagos no quadro de policiais penais no estado - número maior que o solicitado. Dessa forma, a Seap também reforçou que é necessária a realização do terceiro curso de formação para o preenchimento dessas vagas.

"Ressaltamos que essa providência é essencial para manutenção do quadro de servidores desta secretaria, haja vista que o quantitativo de pedidos de exoneração é significativo e constante em função da natureza especial das atribuições do cargo", destaca no ofício.

Por G1 RN