RN passa a integrar programa federal de combate ao crime organizado em fronteiras e divisas

Foto: Governo do RN/Divulgação

As forças de segurança pública do Rio Grande do Norte e do Ceará foram incluídas no Programa Vigia – responsável por integrar o policiamento federal e estadual no combate a crimes nas regiões de fronteira e divisas do país. O assunto foi tema de reunião realizada na manhã desta quinta-feira (14), em Natal.

No encontro realizado durante a manhã na Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), o Ministério da Justiça apresentou os mecanismos de trabalho para a inclusão dos dois estados nordestinos no programa. No Ceará, a apresentação aconteceu na terça-feira (12).

O início das ações do programa nos dois estados ainda será oficializado, segundo o governo do estado. Segundo o governo, o programa V.I.G.I.A. (Vigilância, Integração, Governança, Interoperabilidade e Autonomia) é coordenado pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

O programa se baseia em metodologias de gestão, utilizando a integração entre equipes especializadas, com padronização de técnicas, táticas e procedimentos, além das possibilidades de investimento em capacitações e equipamentos e formulação de estratégias operacionais.

Em 2020, o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas gerou R$ 2 bilhões de prejuízo aos criminosos, segundo o ministro André Mendonça.

No RN e no Ceará – até então os únicos do Nordeste onde o programa será implantado – a missão do Programa V.I.G.I.A. será aumentar as fiscalizações e a repressão ao crime organizado, como o tráfico de drogas, além de combater ações do contrabando e o fluxo de armas e munições, principalmente na divisa entre os dois estados. A intenção da instalação do programa é também coibir possíveis ocorrências de crimes por meio de rotas marítimas.

Além dos 11 estados que fazem fronteira com outros países (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, Roraima e Santa Catarina), o V.I.G.I.A. também já foi implementado nos estados do Tocantins e Goiás.

Ministro acompanha operação policial em Natal

Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

De férias em Natal, o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, acompanhou uma operação realizada em conjunto pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e forças de segurança estaduais nesta quinta-feira (14) na comunidade do Passo da Pátria, na Zona Leste de Natal - a área é dominada por facção criminosa que atua no tráfico de drogas.

A ação de "saturação" da área aconteceu dentro da Operação Concórdia - feita em parceria entre forças federais e estaduais de segurança - deflagrada na terça-feira (12).

"A Polícia Federal e a Polícia Rodoviária Federal têm realizado uma série de ações dentro do estado, que nós viemos não apenas acompanhar, mas conhecer e planejar para os próximos meses uma série de ações de combate ao crime organizado", afirmou Mendonça.

Ainda de acordo com o ministro, o governo vai lançar, no próximo dia 19 de janeiro, um plano de forças-tarefas para combate à criminalidade violenta praticada por facções no país. "O Rio Grande do Norte será um dos pioneiros da criação dessa força-tarefa", disse.

Durante a manhã, o helicóptero da Polícia Federal sobrevoou a comunidade e a Polícia Militar fechou os acessos do Passo da Pátria, revistando pessoas que entravam e saiam. Pelo menos uma pessoa foi conduzida a uma unidade móvel da Polícia Civil no local, mas o balanço sobre presos, possíveis armas ou drogas apreendidas não foi divulgado até a publicação desta matéria.

Por G1 RN