Primeira-dama de Equador, RN, morre após acidente de carro na BR-226

Foto: Redes sociais

A primeira-dama do município de Equador, na região do Seridó potiguar, morreu após um grave acidente de carro que aconteceu nessa quinta-feira (6) na BR-226 entre os municípios de Serra Caiada e Bom Jesus.

Késsia Cristina foi uma das vítimas de uma colisão de frente entre dois veículos, que deixou destroços pela pista. Ela dirigia um carro modelo Etios que bateu em uma caminhonete Ranger.

A mulher chegou a ser socorrida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi levada ao Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

A primeira-dama de Equador viajava para Natal para buscar a filha. Além dela, no veículo também estavam a mãe de Késsia, que não teve ferimentos graves, e uma amiga, que fraturou uma costela e teve uma perfuração no pulmão. Ela passou por uma cirurgia e está se recuperando.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, o motorista do outro veículo viajava sozinho e não ficou ferido. Ele foi submetido ao teste do bafômetro, que deu negativo para o consumo de álcool.

Ainda de acordo com a corporação, a primeira-dama e a amiga dela ficaram presas às ferragens e foram tiradas pelo Corpo de Bombeiros.

A possível causa do acidente não foi informada até a última atualização desta matéria.

Késsia era professora e esposa do prefeito de Equador, Cletson Rivaldo (PSD). A prefeitura publicou uma nota de pesar nas redes sociais informando o falecimento da primeira-dama e lamentando o caso. "Deixa um legado de boas ações, trabalho, educação e de empenho com o serviço público", conclui a nota.

Nas redes sociais, o prefeito também lamentou a perda da esposa. "Perdi metade de mim hoje. Te amamos, minha galega, e estamos de corações partidos. Késsia, amor de nossas vidas", escreveu.

Por g1 RN