'Nós estamos aqui por vocês. Por favor, fiquem em casa por nós', pedem servidores do maior hospital público do RN

Foto: Reprodução

Com o avanço do coronavírus no Brasil, a orientação dos especialistas para conter a pandemia global é investir em hábitos simples de higiene, como lavar as mãos com frequência, usar álcool em gel e ficar em casa. Recomendações que viraram uma espécie de campanha dos servidores do Hospital Walfredo Gurgel, nas redes sociais.

O crescimento da Covid-19 provocou mudanças e alterou a rotina de pacientes, acompanhantes e visitantes no Walfredo Gurgel. "Nós estamos aqui por vocês. Por favor, fiquem em casa por nós", é a mensagem que os profissionais da maior unidade hospitalar do Rio Grande do Norte tentam passar à população.

"Existe uma preocupação por se tratar de uma pandemia, não sabemos quando isso vai acabar nem as reais sequelas do coronavírus na sociedade. Cuidamos de pessoas em estado grave de saúde, então temos que ter o máximo de cuidado. Os corredores do hospital estão mais vazios e estamos conscientizando as pessoas sobre as visitas", explica Cássia Costa, coordenadora de Serviço Social do Walfredo Gurgel.

Segundo Cássia, além da campanha nas redes sociais para reforçar a importância do isolamento social durante a pandemia, as assistentes sociais do hospital estão em constante contato com as famílias para explicar a suspensão de algumas visitas. "A gente liga e conversa, alguns apresentam resistência, mas no fim das contas todos entendem o momento", acrescenta.

Foto: Cedida

Os pacientes internados em leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) tiveram visitas suspensas para evitar contágio com o novo coronavírus. Como alternativa, os profissionais do hospital montaram uma sala, de onde estão informando as famílias dos pacientes por meio de boletim telefônico.

"É importante que adotemos essas medidas. A recepção de um hospital é um local que concentra aglomerações e no Walfredo não há pias na recepção. Tendo em vista nosso estoque de produtos como máscaras e álcool em gel é fundamental diminuirmos o fluxo de pessoas no hospital", detalha Cássia Costa.

E completa: "Nós não sabemos os cuidados que o visitante toma, pode ser que ele se infecte no caminho para o hospital e traga o vírus para os pacientes. Imagine se uma pessoa que já está em estado grave na UTI acaba se infectando com o coronavírus, tudo ficaria muito mais difícil. Por isso fica a mensagem, nós ajudem e fiquem em casa".

Localizado na Avenida Senador Salgado Filho, uma das mais movimentadas da capital potiguar, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é a maior unidade do Rio Grande do Norte e está recebendo um incremento no números de profissionais para o enfrentamento do novo coronavírus (Covid-19). O reforço vem dos novos nomeados do concurso público da saúde, homologado em 2018. No sábado (14), o Governo do Rio Grande do Norte nomeou 970 candidatos.

O Rio Grande do Norte tem uma confirmação para o novo coronavírus e 108 casos suspeitos da doença. Em todo o país, o número de infectados ultrapassou 11 mil e quatro pessoas morreram por causa da Covid-19 no estado de São Paulo.

Foto: Cedida

Por Bruno Vital, G1 RN