Ministério das Comunicações assina parceria para ampliar acesso à internet; RN será beneficiado

Programa WIFI BRASIL Cadastro: Internet gratuita e ilimitada para 8,5  milhões de brasileiros
Foto: Divulgação
 
O ministro das Comunicações, Fábio Faria, o presidente do Banco do Brasil, Fausto Ribeiro, e diretor de administração e finanças do Sebrae Nacional, Eduardo Diogo, assinaram nesta sexta-feira (30), em São Gonçalo do Amarante, uma parceria para a ampliação do programa Wi-Fi Brasil.
 
Através da parceria, serão instalados mais mil pontos de internet em comunidades carentes, que não têm conectividade atualmente.
 
"Esta é uma ação para acabar com os desertos digital em todo o Brasil. O objetivo é permitir uma ampliação da inclusão digital entre os brasileiros", disse o ministro Fábio Faria.
O projeto tecnológico será implementado pela Eletrobras. O contrato de instalação das antenas de Wi-Fi tem orçamento de R$ 43 milhões.
 
“Assumimos o compromisso de conectar todos os brasileiros. Com o Wi-Fi Brasil nós levamos internet de graça e com a qualidade a quem mais precisa. Estamos promovendo não só inclusão digital, mas inclusão social, garantindo acesso à informação, educação e trabalho. Vamos acabar com o deserto digital no Brasil entregando, até o final do ano, 18.000 pontos de Wi-Fi Brasil”, assinala o ministro Fábio Faria.
 
O Ministério das Comunicação também entrega 100 computadores, do Programa Computadores para Inclusão, para montar nove laboratórios em escolas de municípios do Rio Grande do Norte. Será assinado, também, um contrato com a Telebras para a instalação de mais 2 mil pontos de internet do programa Wi-Fi Brasil.
 
Programa – Wi-Fi Brasil é um programa do Governo Federal, desenvolvido pelo Ministério das Comunicações, executado pela Telebras, para levar conectividade em alta velocidade a localidades do país onde não há nenhuma ou pouca conectividade. Mais de 14 mil pontos já foram ativados pelo Ministério das Comunicações. Com o novo contrato e a parceria com Sebrae e Banco do Brasil, ficam garantidos mais 3 mil pontos a serem instalados ainda este ano.
 
Por Tribuna do Norte