Detran-RN abre processo administrativo após vazar dados de 70 milhões de brasileiros

FOTO: DIVULGAÇÃO

O Departamento Estadual de Trânsito, o Detran, do Rio Grande do Norte, enviou nota à imprensa, nesta quarta-feira, na qual diz que está abrindo processo administrativo para apurar uma falha no sistema de segurança do órgão. O problema expôs os dados pessoais de cerca de 70 milhões de brasileiros que possuem Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A falha foi revelada pelo site Olhar Digital, que disse ter recebido uma denúncia feita por um pesquisador de segurança da informação. O pesquisador teria explorado a falha por cerca de três meses e, por se tratar de um banco de dados nacional, foi possível obter informações de figuras públicas, inclusive do presidente da República. Apenas com o CPF, era dava para obter outros dados como endereço residencial completo, telefone, operadora, dados da CNH, foto, RG, CPF, data de nascimento, sexo e idade.

Apesar da exposição das informações pessoais, o Detran afirmou, na nota, que os dados dos usuários não foram afetados. O órgão não se pronunciou sobre o motivo de não ter respondido ao pesquisador que teria contatado a instituição para informar o problema.

Veja nota do Detran na íntegra:

O Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran) esclarece que, de imediato, a equipe técnica de Informática do órgão sanou a falha ocorrida em seu sistema.

Cabe ressaltar que os dados dos usuários não foram afetados, assim como não houve interferência nos sistemas de Registro Nacional de Carteira de Habilitação (Renach) nem no Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

A Direção-Geral do Detran está abrindo um procedimento administrativo para apurar o fato ocorrido.

Portal no Ar