Caixa anuncia abertura de 268 novas agências até o fim do ano; duas delas no RN

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
 
A Caixa Econômica Federal anunciou nesta terça-feira (20) a abertura de 268 unidades em todo o país até o fim do ano. Desse total, 168 unidades serão de varejo (voltada para todos os clientes) e 100 serão dedicadas ao agronegócio. Duas delas serão no Rio Grande do Norte.
 
Das 168 unidades de varejo, 70 serão abertas na Região Nordeste: 24 no Maranhão, 17 no Ceará, 11 em Pernambuco, 8 na Paraíba, 4 na Bahia, 2 no Piauí, 2 no Rio Grande do Norte, 1 em Sergipe e 1 em Alagoas. Na Região Norte, são 50 novas unidades: 28 no Pará, 14 no Amazonas, 4 em Rondônia e 2 no Amapá.
 
No Sudeste, serão inauguradas 30 unidades: 13 em São Paulo, 7 em Minas Gerais, 7 no Rio de Janeiro e 3 no Espírito Santo. No Centro-Oeste, a Caixa abrirá 14 unidades: 7 no Mato Grosso, 5 no Mato Grosso do Sul e 1 em Goiás. O Sul receberá quatro unidades de varejo: 2 em Santa Catarina, 1 no Paraná e 1 no Rio Grande do Sul.
 
As unidades voltadas ao agronegócio serão abertas em todos os estados. A primeira agência especializada foi inaugurada no início deste mês em Dourados (MS).
 
Com a abertura das unidades, o banco passará a estar presente em todos os municípios brasileiros com mais de 40 mil habitantes. O plano de expansão prevê que a Caixa alcançará 4,5 mil unidades próprias, entre agências e unidades especializadas. Além desses pontos, o banco tem 8.985 correspondentes bancários, 13.226 unidades lotéricas, além de agências-barco e agênciascaminhão.
 
Concurso
Na segunda-feira (19), a Caixa já tinha anunciado a contratação direta de 4 mil pessoas. Dessas, 3 mil serão convocadas entre aprovados em concurso vigente. As outras mil serão pessoas com deficiência (PcD), a serem selecionadas em concurso específico que será realizado conforme edital a ser publicado até setembro.
 
O reforço de mão de obra visa preencher os quadros também para cobrir necessidades criadas pelo plano de expansão da Caixa, que prevê a abertura das 268 novas agências até o fim do ano. Elas se somarão à rede de 26 mil pontos de atendimento, que inclui agências, lotéricas e correspondentes bancários, além de agências itinerantes, na forma de barcos ou caminhões.
 
Também está prevista a contratação de 800 recepcionistas e vigilantes, por meio de empresas terceirizadas, para atender unidades em todo o País. Além desses, também serão contratados 5,2 mil estagiários, já aprovados em processo conduzido pelo Centro de Integração empresa-escola (CIEE).
 
Por Tribuna do Norte