Eleição presidencial será decidida no segundo turno entre Dilma e Serra

A eleição presidencial será decidida apenas no segundo turno. Na disputa a candidata do PT, Dilma Rousseff e José Serra do PSDB. Para que a eleição tivesse sido definida neste domingo (03), o candidato mais votado, precisaria ter obtido 50% mais um dos votos válidos.

Em todo o país, com 99,99% (135.995.690) dos votos apurados, a petista obteve 47.648.708 votos, 46,91% e José Serra, 33.130.449 votos, correspondente a 32,61%. A terceira colocada Marina Silva (PV) tem 19.635.967 votos, 19,33%, em seguida aparece Plínio (PSOL), com 886.800 votos, 0,87%, José Maria Eymael (PSDC), com 89.346 votos, 0,09%, Zé Maria (PSTU), 84.609 votos, 0,08%, Levy Fidelix (PRTB), com 57.958, 0,06%, Ivan Pinheiro (PCB), 39.134 votos, 0,04% e Rui Costa Pimenta (PCO), com 12.206, 0,01% dos votos válidos.

O total de votos válidos é de 101.669.480, nulos, 6.125.927, abstenções 24.718.446, brancos, 3.481.837 votos. Em todo o país são 136.004.825 eleitores.

A eleição será no dia 31 de outubro, em todo o país.


Imprimir