IFRN abre 39 vagas para professor substituto

A Diretoria de Gestão de Pessoas do IFRN lançou segunda-feira (25) o edital de abertura do processo seletivo para professor substituto em diversos campi do IFRN. As inscrições acontecem entre 1º e 12 de fevereiro e podem ser feitas no site do instituto, o www.ifrn.edu.br.

O processo seletivo será constituído de uma prova de desempenho (eliminatória e classificatória) e de uma prova de títulos (classificatória). Ao todo são 39 vagas para diversas disciplinas, como administração de sistemas operacionais, administração e economia, artes cênicas, avaliação de formação e comportamento de reservatórios, avaliação de formação e comportamento de reservatórios, desenvolvimento de sistemas, eletroeletrônica, guia de turismo, informática básica, língua estrangeira (espanhol), língua portuguesa, segurança do trabalho, tecnologia de usinagem, topografia e gerência de suprimentos, tratamento de minérios e lavra de minas, entre outras.

Para se inscrever é necessário que o candidato pague a taxa de inscrição no valor de R$ 55,00, através de um boleto bancário que vai ser gerado no ato da inscrição.  Os salários a serem recebidos pelos candidatos contratados correspondem a uma remuneração inicial bruta de R$ 2.124,20, que corresponde ao Vencimento Básico (VB) + Gratificação Específica de Atividade Docente do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (GEDBT), podendo ser acrescidos do valor da Retribuição por Titulação (RT) de Especialização (R$ 82,09), Mestrado (R$ 427,14) e Doutorado (R$ 1.418,55) – não acumuláveis – e de vantagens, benefícios e adicionais previstos na legislação.

Os professores contratados por tempo determinado vão atuar em regime de trabalho de 40 horas semanais, no ensino básico, na educação profissional de nível médio e no ensino superior. O objetivo da contratação é substituir professores afastados para capacitação, licença para tratamento de saúde, licença para tratar de interesses particulares, bem como para substituir professores em função de processos de aposentadorias, exonerações e falecimentos, cujas vagas não estão autorizadas para provimento efetivo pelo Ministério do Planejamento.