Consumo de energia elétrica cresce 7% no Rio Grande do Norte

Levantamento realizado pela Companhia Energética do Rio Grande do Norte (Cosern) mostra que o consumo de energia elétrica no estado, no primeiro semestre deste ano, cresceu 7,2% em relação aos primeiros seis meses do ano passado. O acréscimo foi impactado, principalmente, pela ocorrência de poucas chuvas e pelas altas temperaturas verificadas no período, que aumentaram a necessidade do uso de energia elétrica para a irrigação da lavoura e da utilização de aparelhos de ar condicionado nas residências.
 
A classe rural foi a que apresentou o maior percentual de crescimento do semestre, com expressivo aumento de 52,1% em comparação com os mesmos seis meses do ano anterior, com destaque para a irrigação, cujo consumo cresceu cerca de 134%.
 
Outros setores também tiveram parcela de contribuição para o aumento do índice acumulado do semestre, comparado ao mesmo período do ano passado, tais como o poder público, que cresceu 9,1%, o serviço público, que aumentou 8,0% e o residencial, que apresentou acréscimo de 7,7%.
 
A indústria foi a única classe de consumo que registrou queda no período compreendido entre janeiro e junho de 2012, em relação aos mesmos meses de 2011. A variação negativa foi de 1,1%. O índice foi bastante impactado pelo desempenho do setor têxtil, que apresentou queda de 33,8%. O setor de extração de petróleo teve um discreto aumento de 0,9%. Esses dois setores representam juntos cerca de 70% do consumo da classe industrial.
 
Apesar disso, houve crescimento de consumo no setor de cimento/cerâmica (51,2%), extração de sal (42,8%) e alimentos (14,2%).
 
Interior

Algumas regiões do interior do estado destacaram-se no crescimento do consumo de energia elétrica no primeiro semestre de 2012. A região oeste, por exemplo, apresentou um crescimento de 19,1% neste primeiro semestre, com destaque para a cidade de Mossoró, cujo consumo de energia aumentou 10,8%. O município de Baraúna apresentou significativo crescimento de 212% em função da instalação de uma nova fábrica de cimento.
 
No agreste potiguar o crescimento acumulado no período foi 10,6% e na região central o acréscimo foi de 7,7%.
 
Classe de consumo (comparativo do 1º semestre 2012 com 2011)

Rural (+52,1%)
Poder Público (+9,1%)
Serviço Público (+7,9%)
Residencial (+7,7%)
Comercial (+5,8%)
Iluminação Pública (+2,8%)
Industrial (- 1,1%)
Consumo Próprio (+10,3%)

Da Tribuna do Norte

 

0 Comentários

Enviar comentário



© 2007 Rádio Santa Cruz AM - Rua Odorico Ferreira de Souza, n° 70, Bairro DNER, Santa Cruz/RN - CEP 59.200-000
(84) 3291-2300 - 3291-2201 - ZYJ-614 - 1.410 kHz - 5,0 KW